quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Samplers ou Amostras de Ponto Cruz

Uma das coisas que me fascina no ponto cruz, é pensar que mulheres de séculos tão distantes, já bordavam. Para muitas o bordado era a única maneira de aprender e praticar as letras do alfabeto.
No início, os samplers eram amostras de pontos e padrões, já que não haviam livros e muito menos revistas...Quando uma bordadeira tomava contato com um ponto ou com um modelo bordado, ela o bordava em um tecido para que ficasse registrado e assim ela pudesse fazê-lo novamente.
No século XVI os samplers ingleses foram produzidos em uma estreita faixa de tecido, denominados Band Samplers. Como o tecido era muito caro, era bordado em sua totalidade.
Alguns Band Samplers eram tão valorizados, que eram mencionados em testamentos, sendo transmitidos de geração a geração.
Susanna  Weddon
Band Sampler Inglês datado de 1662

Muito destes Samplers foram costurados usando uma variedade de estilos de bordados, fios, e ornamentos. Eram extremamente elaborados , incorporando cores sutilmente sombreadas, seda e fios de bordados metálicos, e com pontos como o húngaro, florentino, tenda, cruz,ponto cruz duplo, italiano, arroz, corrida, Holbein, olho argelino e pontos de botão.Foram incorporados também projetos pequenos de flores e animais, e desenhos geométricos costurados com até 20 cores diferentes da linha.


No  século XVII  tornou-se comum, samplers com citações religiosas ou morais, enquanto o sampler inteiro tornou-se mais metodicamente organizado.
Por volta do século 18, os samplers formaram um completo contraste com as amostras dispersas costuradas anteriormente. Esses samplers  foram costurados  para demonstrar conhecimento do que para preservar a habilidade.

Para as mulheres e as meninas da época desenvolver um sampler era um sinal de realização e virtude.
Até hoje os samplers fazem sucesso. Existem kits e gráficos que reproduzem samplers antigos.

Como o ponto cruz é uma arte que se renova, existem samplers para dar um toque especial á várias ocasiões: casamento, nascimento, família, estações do ano, festas...
Aqui vai o gráfico free disponibilizado no site da Revista Agulha de Ouro, de um lindo sampler.
  



sexta-feira, 24 de novembro de 2017

1 Projeto por Mês: Toalhinha de Natal

Chegou o dia do meu projeto favorito! <3 1 Projeto por Mês
Esse ano não consegui participar todos os meses,mas confesso que esse projeto me motiva demais!
Sempre estou pensando no bordado que vou fazer para o projeto.
Para esse mês preparei uma toalhinha de Natal, com um gráfico que tenho há tempos.
Essa vila natalina, representa meu sonho de Natal. Um dia ter o Natal na neve!
E me faz lembrar que está chegando a festa mais linda do ano, a comemoração do nascimento de Jesus!
No final de semana vou fazer a costurinha com o acabamento. ( Posto a foto depois)
Aqui vai a lista das parcipantes:
Bruxa com Móbile Anjos
Alê com Trilho de mesa
Jussara com Bordados em Ponto Cruz
Eliane com Bolsa de bebê
Tiane com Porta-talheres e Passarinhos
Michele com Quadrinho DIY e como envelhecer madeira sem betume

Um grande beijo.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Comprinhas

Hoje chegou a compra que fiz no Bazar Horizonte!
Eu estava fascinada pela caixa de meadas Maxi mouline, da Círculo!
A primeira vez que tive notícias da existência dessa caixa foi em um post da Dinha Ponto Cruz. Não tive sossego até conseguir comprar a minha...rsrss
E a compra realmente valeu a pena. Tem cores lindas, bem sortidas!
E na caixa a meada sai por um preço muito bom! Eu amo as linhas da Círculo, são muito macias, uma maravilha para bordar!
E também não podia faltar um paninho de prato. ( Esse já está destinado para o 1 Projeto por Mês).
Uma ótima semana ! Bjs

domingo, 22 de outubro de 2017

Pano de Prato

Fiz esse pano para uma amiga muito querida,a Rosi,  que tive a alegria de conhecer na escola em que eu trabalho.


Ela sempre curte as postagens do meus bordados, que resolvi fazer um para ela!
Espero que ela goste!
Desejo á todos uma semana repleta das bençãos de Deus!

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Dicas para bordar com linha matizada

No livro A Bíblia do Ponto Cruz, de Jane Greenoff, encontrei dicas valiosas para trabalhar com as meadas matizadas.
Aqui vão as dicas:

  • Seja qual for o número de fios empregados no projeto, comece sempre com um nó afastado descartável, e não com a laçada sem nó, pois a ordem da cor será interrompida,
  • Quando enfiar a agulha, verifique se a cor que pretende usar está perto do nó afastado descartável.
  • Forme sempre o ponto completo ao seguir bordando e não carreiras de ida e volta.
  • Examine a meada e corte o fio para ver onde as cores começam e terminam.

Espero que essas dicas possam ser úteis!
Um grande abraço.

domingo, 8 de outubro de 2017

Pano de Prato com linha matizada

Ganhei esse pano de prato da minha mãe há um ano e achei que era o bordado perfeito para o 1 Projeto por Mês , projeto criado pela querida Bruxa, que me incentiva muito a tirar da gaveta meus projetos de bordado.
Mas o mês passou voando e cheio de imprevistos e não consegui terminá-lo a tempo. :(
Bordei com uma linha matizada. Gostei do efeito!
Nesses panos com o barrado pronto, gosto de bordar uma frase. <3
Eu amo "escrever" com ponto cruz!
Que Deus abençoe nossa semana!
Um grande beijo

domingo, 10 de setembro de 2017

Toalha para o Lucas

Demorou, mas consegui finalizar a toalha do Lucas.
O mês começou agitado para mim na escola, pois estava cuidando das roupas dos alunos que iriam para o desfile de 7 de setembro.
Foi corrido, mas no fim deu tudo certo. Graças a Deus!
Eu fiquei responsável por fazer os alunos provarem as roupas, fazer alguns ajustes e no dia do feriado também estava lá. Houveram imprevistos, mas vê-los arrumados recompensou muito!
Espero de verdade que nossa nação alcance um novo patamar de ética, moralidade, para que as novas gerações possam viver com dignidade e realmente sentir orgulho de ser brasileiro.

Desejo a todos uma semana maravilhosa!